Dia dos Pais

Publicado em 12/08/2012

Dia dos Pais

Pais com dores de parto?...

Pois é...

"...meus filhos, por quem, de novo, sofro as dores de parto, até ser Cristo formado em vós;" (Gálatas 4:19 ARA)

O apóstolo Paulo fala da experiência de paternidade espiritual mencionando seu esforço, sacrifício e dor para que os seus filhos na fé fossem aperfeiçoados na semelhança de Cristo.

Ser como Jesus, como diz John Stott em seu livro "Discípulo Radical", é o nosso alvo. E alcançar a maturidade em Cristo deve ser tanto nosso propósito pessoal como o do nosso ministério (serviço) em Cristo. Ou seja, nosso propósito deve ser "ser como Ele" e levar nossos fihos (discípulos) a ser como Ele (Jesus).

Assim, falando aos pais biológicos, devemos lembrar-nos de que nossa paternidade não deve ter apenas o aspecto físico ou natural. Devemos ter o propósito supremo de conhecer ao Senhor e ser como Ele, mas também devemos exercer o papel "paterno" de levar nossos filhos ao conhecimento e semelhança com Cristo.

Do mesmo modo, nosso trabalho para o Senhor deve ter como meta o amadurecimento na semelhança com Cristo dos nossos "filhos espirituais" - aqueles que ganhamos ou adotamos como "discípulos".

Paulo não sofria para que seus discípulos fossem apenas como ele era, mas como ele era em Cristo.

Ser pai é, portanto, para nós cristãos, um trabalho de parto espiritual, no qual nos esforçamos e afadigamos (conf. Colossenses 1.28) para que nossos filhos conheçam e tenham tal relacionamento com o Senhor que se tornem como ele em tudo.

"o qual nós anunciamos, advertindo a todo homem e ensinando a todo homem em toda a sabedoria, a fim de que apresentemos todo homem perfeito em Cristo;" (Colossenses 1:28 ARA)

Portanto, pais, jamais nos esqueçamos de que nosso "trabalho de parto" deve ser intenso e consciente, para que tenhamos filhos que reflitam a glória do nosso amado Pai.

Feliz Dia dos Pais.



 Compartilhar no Whatsapp

NEWSLETTER

Outras mensagens do Presidente

Use a barra de rolagem para ver outras postagens