Chamado

Publicado em 06/07/2011

Atos 13:1-3
(1) Na igreja de Antioquia havia profetas e mestres: Barnabé, Simeão, chamado Níger, Lúcio de Cirene, Manaém, que fora criado com Herodes, o tetrarca, e Saulo.
(2) Enquanto adoravam ao Senhor e jejuavam, disse o Espírito Santo: "Separem-me Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho chamado".
(3) Assim, depois de jejuar e orar, impuseram-lhes as mãos e os enviaram.

Sempre me impressiona que os principais líderes em Antioquia não ficaram lá, mas foram enviados.

Barnabé foi o homem enviado pelos apóstolos para pastorear aquela primeira igreja de não judeus. Ele buscou Saulo (Paulo) para ajudá-lo e, assim, a Igreja cresceu. Logo se formou uma equipe de lideres madura e forte.

Como principais líderes eles poderiam não estar dispostos a ir e começar tudo de novo. Poderiam enviar outros, mas foram sensíveis à voz do Espírito Santo.

O amor às coisas que já alcançamos e construímos pode nos impedir de ouvir o chamado de Deus para alcançar e construir coisas novas.

O chamado de Deus foi mais forte no coração daqueles homens do que o comodismo ou o amor à posição ou às vitórias que já haviam obtido.

Fazer discípulos de todas as nações é um chamado a todos os cristãos.

Entretanto, para cada um Deus tem um chamado específico.

Foi orando e jejuando comunitariamente que eles entenderam e atenderam ao seu chamado.

Ainda é assim hoje. Devemos continuar orando para que o Senhor envie os trabalhadores para o seu campo, e devemos estar prontos a ir, nós mesmos, sem nos importarmos com o que tenhamos de deixar para trás.

Entender e cumprir o chamado é só o que importa.

Ajuda-me, Senhor, a discernir o teu chamado hoje, sem medo de perder o que já me concedeste alcançar.



 Compartilhar no Whatsapp

NEWSLETTER

Outras mensagens do Presidente

Use a barra de rolagem para ver outras postagens