Amor ao dinheiro

Publicado em 01/07/2011

Atos 8.20-23

20 Pedro respondeu: Pereça com você o seu dinheiro! Você pensa que pode comprar o dom de Deus com dinheiro?
21 Você não tem parte nem direito algum neste ministério, porque o seu coração não é reto diante de Deus.
22 Arrependa-se dessa maldade e ore ao Senhor. Talvez ele lhe perdoe tal pensamento do seu coração,
23 pois vejo que você está cheio de amargura e preso pelo pecado.


Muitas vezes, mesmo tendo crido em Jesus, continuamos presos pelo amor ao dinheiro e pelos conceitos econômicos deste mundo.

E isto sufoca a palavra de Deus (veja Mateus 13.22) e nos desvia do caminho.

“O amor ao dinheiro é raiz de toda espécie de mal” (1 Timóteo 6.10).

Simão queria pagar pelo dom de Deus, e, certamente, depois, cobrar por isto.

Até hoje há os que querem comprar e os que estão prontos a vender o que não tem preço. E, por isso, estão cheios de amargura e presos pelo pecado.

A economia do mundo baseia-se em comprar e vender, mas no Reino de Deus, a base é dar e receber.

Saber que não se pode comprar o dom de Deus é uma consciência cristã de reconhecer que o valor das coisas espirituais é inestimavelmente superior ao valor das coisas deste mundo.

Entender a graça é entender que jamais poderíamos ter o que Deus nos dá se ele não nos amasse. Por isso, viver pela graça é viver satisfeitos com o que temos, porque não há nada neste mundo que se compare ao que temos em Cristo.

Ajuda-nos, Senhor, a amar o Senhor acima do dinheiro e das coisas deste mundo.



 Compartilhar no Whatsapp

NEWSLETTER

Outras mensagens do Presidente

Use a barra de rolagem para ver outras postagens