Por que precisamos ser chacoalhados

Publicado em 30/06/2011

Atos 8.1-4

1 E Saulo estava ali, consentindo na morte de Estêvão. Naquela ocasião desencadeou-se grande perseguição contra a igreja em Jerusalém. Todos, exceto os apóstolos, foram dispersos pelas regiões da Judéia e de Samaria.
2 Alguns homens piedosos sepultaram Estêvão e fizeram por causa dele grande lamentação.
3 Saulo, por sua vez, devastava a igreja. Indo de casa em casa, arrastava homens e mulheres e os lançava na prisão.
4 Os que haviam sido dispersos pregavam a palavra por onde quer que fossem.


Atos 1.8


8 Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra.


Só com a perseguição que sobreveio à Igreja depois da morte de Estevão é que os discípulos começaram a fazer o que o Senhor havia planejado.

Antes disso a unidade e a comunhão que se estabeleceu entre os crentes, infelizmente, tornou-se um fator de comodismo e impedia que eles se espalhassem e plantassem novas Igrejas.

Eles precisaram ser “chacoalhados” para que fossem onde Deus queria e semeassem a Palavra.

Precisamos entender que o que Deus quer é mais importante do que nossos benefícios pessoais.

Todos gostaríamos que o paraíso fosse aqui. Mas não é.

Ainda é tão grande a tendência de termos uma fé que apenas nos traz benefícios e não está essencialmente voltada para o serviço a Deus.

Ó Deus, desperta-me e ajuda-me a entender o que queres que eu faça para que eu não me acomode e deixe de cumprir tua vontade.



 Compartilhar no Whatsapp

NEWSLETTER

Outras mensagens do Presidente

Use a barra de rolagem para ver outras postagens