Quando não queremos ouvir

Publicado em 29/06/2011

Oi. Não tive condições de postar as meditações nos últimos dias devido à viagem para o Congresso de Jovens do Distrito Nordeste, visitas a Igrejas, reunião da Diretoria Distrital e uma série de imprevistos. Por isso estou postando nestes dias com atraso, passando das minhas anotações pessoais. Passo hoje as meditações do dia 26 a 29/06 e amanhã passarei as dos dias 30/06 a 02/07.
Um abração e aí vai.

Atos 7.54
Ouvindo isso, ficavam furiosos e rangiam os dentes contra ele.


O discurso de Estevão é um exemplo de que as pessoas não gostam de ouvir verdades que as desnudem e condenem, embora esta seja a sua necessidade.

Também é um exemplo de quão destemido e fiel um homem de Deus tem de ser.

Estevão poderia ter feito um discurso em sua defesa, tentando poupar sua vida, mas sob convicção do Espírito Santo e com rosto cheio de autoridade, entrega o recado de Deus.

Estevão mostra que assim como os antepassados daqueles judeus haviam rejeitado a José e a Moisés, homens que Deus havia levantado para salvá-los, agora eles estavam cometendo o pecado de rejeitar a Jesus, o próprio filho de Deus.


Também demonstrou que, tanto no caso de José como no de Moisés, o mesmo que eles haviam rejeitado foi aquele a quem tiveram de submeter-se. Com isto Estevão deixa claro que, tendo eles rejeitado a Jesus, Deus deu provas, por meio da ressurreição, que Ele era o Cristo. Assim, eles precisavam se arrepender do que haviam feito e submeter-se a Jesus.


Era esta, exatamente, a palavra que eles precisavam considerar, mas que não queriam ouvir.

Não é incomum agirmos assim com Deus. Não aceitamos a sua repreensão e, por isso, erramos ainda mais. Foi este o caminho escolhido por Caim (Gênesis 4). Quanto mais Deus lhe mostrava o perigo de suas escolhas e de seu caminho errado, mais ele endurecia o coração.

Precisamos aprender que, muitas vezes, a palavra que menos queremos ouvir é a de que mais precisamos.

Dá-me, ó Deus, um coração quebrantado e pronto a atender à tua repreensão, seja por que meio ela vier.

“Disciplina rigorosa há para o que deixa a vereda, e o que odeia a repreensão morrerá.” (Provérbios 15:10), e “Os ouvidos que atendem à repreensão salutar no meio dos sábios têm a sua morada.” (Provérbios 15:31)



 Compartilhar no Whatsapp

NEWSLETTER

Outras mensagens do Presidente

Use a barra de rolagem para ver outras postagens