A felicidade que vem do perdão

Publicado em 27/06/2011

Salmo 32.1

Como é feliz aquele que tem suas transgressões perdoadas e seus pecados apagados!
Como é feliz aquele a quem o Senhor não atribui culpa e em quem não há hipocrisia!
Enquanto escondi os meus pecados, o meu corpo definhava de tanto gemer.
Pois de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; minha força foi se esgotando como em tempo de seca.
Então reconheci diante de ti o meu pecado e não encobri as minhas culpas. Eu disse: "Confessarei as minhas transgressões ao Senhor", e tu perdoaste a culpa do meu pecado.
Portanto, que todos os que são fiéis orem a ti enquanto podes ser encontrado; quando as muitas águas se levantarem, elas não os atingirão.
Tu és o meu abrigo; tu me preservarás das angústias e me cercarás de canções de livramento. Pausa
Eu o instruirei e o ensinarei no caminho que você deve seguir; eu o aconselharei e cuidarei de você.
Não sejam como o cavalo ou o burro, que não têm entendimento mas precisam ser controlados com freios e rédeas, caso contrário não obedecem.
Muitas são as dores dos ímpios, mas a bondade do Senhor protege quem nele confia.
Alegrem-se no Senhor e exultem, vocês que são justos! Cantem de alegria, todos vocês que são retos de coração!

Esta bem-aventurança ou “felicidade”de que o salmo fala, só a pode experimentar aquele que, depois de arrependido e quebrantado, tendo confessado o seu pecado, recebe o pleno perdão de Deus.

Somente quem já sentiu o “peso” da culpa do sseu pecado diante de Deus pode sentir o prazer que traz este perdão.

O salmista fala da dor de esconder o pecado, da luta para confessar e, da felicidade que vem do perdão obtido após a confissão.

Depois da confissão e do perdão, e somente então, vem a instrução e o conselho de Deus (verso 8).

Deus não irá nos guiar sem o nosso quebrantamento e consentimento, mas dará sua assistência aos que o amam e obedecem.

O Senhor quer um relacionamento conosco, em que possa nos falar e orientar. Ele não quer nos guiar com freios e cabrestos, como a animais.

Quantas vezes, por não nos quebrantarmos, experimentamos angústia em vez de paz.

Ó Deus, quero estar sob as tuas vistas sim... quero me expor diante de Ti, ouvir o teu conselho e te obedecer...



 Compartilhar no Whatsapp

NEWSLETTER

Outras mensagens do Presidente

Use a barra de rolagem para ver outras postagens