Expectativas Frustradas

Publicado em 30/05/2011

João 12.12-18 (NVI)

12 No dia seguinte, a grande multidão que tinha vindo para a festa ouviu falar que Jesus estava chegando a Jerusalém.
13 Pegaram ramos de palmeiras e saíram ao seu encontro, gritando: “Hosana! [62]” “Bendito é o que vem em nome do Senhor!” [63]“Bendito é o Rei de Israel!”
14 Jesus conseguiu um jumentinho e montou nele, como está escrito:
15 “Não tenha medo, ó cidade[64] de Sião; eis que o seu rei vem, montado num jumentinho” [65].
16 A princípio seus discípulos não entenderam isso. Só depois que Jesus foi glorificado, eles se lembraram de que essas coisas estavam escritas a respeito dele e lhe foram feitas.
17 A multidão que estava com ele, quando mandara Lázaro sair do sepulcro e o ressuscitara dos mortos, continuou a espalhar o fato.
18 Muitas pessoas, por terem ouvido falar que ele realizara tal sinal milagroso, foram ao seu encontro.


A multidão que alegremente precedia a Jesus naquele dia é a mesma que vai pedir sua crucificação uma semana depois.

Na verdade a multidão projetava em Jesus as suas expectativas e desejava apenas a atenção às suas necessidades.

Hoje nós, muitas vezes, fazemos o mesmo. Não estamos interessados nos planos e propósitos dele, e sim nos nossos. Quando não somos atendidos, podemos ficar frustrados e condenar a Deus. Na verdade é a nossa estultícia que perverte os nossos caminhos, mas nos voltamos contra Ele em nossa ignorância e pecado (Provérbios 19.3), sem saber que estamos, na verdade, rejeitando o melhor para nós.

Ó Deus, perdoa meus pecados e me ajuda a compreender os teus propósitos. Os teus planos são mais importantes e melhores que quaisquer dos meus.



 Compartilhar no Whatsapp

NEWSLETTER

Outras mensagens do Presidente

Use a barra de rolagem para ver outras postagens