O AMOR QUE SERVE

Publicado em 04/06/2011

João 13.1-17
“Tendo amado os seus..., amou-os até o fim... começou a lavar os pés dos seus dicípulos... Então lhes perguntou: “Vocês entendem o que lhes fiz?” (João 13.1, 5, 12 – NVI)

Jesus amou os discípulos - e a nós - com um amor comprometido e total ("amou-os até o fim").

Sua preocupação em fixar na mente dos discípulos o princípio da humildade e do serviço num momento tão apreensivo mostra o seu amor.

Ele estava para ser entregue e crucificado, mas manteve sua determinação em construir o caráter deles. Ao lavar os pés dos discípulos Jesus estava fazendo o trabalho do escravo da casa (ou, na falta do escravo, do filho menor).

Jesus estava mostrando que a grandeza de Deus também se mostra na humildade. Sendo ele tão grande, se faz pequeno e servo porque ama.

Jesus fez o que os discípulos se recusavam a fazer uns aos outros. Ninguém queria lavar os pés de ninguém. Preferiam comer sentindo o desagradável odor de pés suados e sujos próximos de si (pois esta era o situação pela posição com que se sentavam numa mesa baixa e sem cadeiras).

E a lição não deixa dúvidas (vs. 12-15). O maior é, na verdade, aquele que serve. Ele deixou exemplo para que assim façamos nós.

Por que temos tanta dificuldade de encobrir e tolerar os erros dos outros? É porque nos consideramos melhores. Consideramo-nos maiores. Como precisamos nos arrepender!

Jesus amou até mesmo Judas e lavou-lhe também os pés. O que faríamos nós?

Por amor Jesus serviu. E, para servir até o fim, sacrificou-se por nós.

Por amor, mostrou que o serviço é a maior expressão de amor.

Tome a sua cruz. Ame seus irmãos, e a todos, servindo.

Fonte: www.edisongrando.blogspot.com



 Compartilhar no Whatsapp

NEWSLETTER

Outras mensagens do Presidente

Use a barra de rolagem para ver outras postagens